Preços do trigo e milho disparam no mercado internacional; veja cotações

A alta nos preços foi impulsionada por preocupações com a oferta dos grãos no mercado internacional, em meio a diversos fatores que afetam a produção e o escoamento

O mercado de grãos registrou forte alta nesta terça-feira (23), com os preços do trigo e do milho disparando na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT).

No caso do trigo, a principal causa da elevação dos preços é a perspectiva de menor oferta global. Uma seca severa que atinge as lavouras da Rússia e dos Estados Unidos, dois dos maiores produtores do grão, reduz as projeções de colheita para a safra atual.


Além disso, o recente ataque da Rússia a um porto ucraniano intensificou as apreensões sobre o escoamento do trigo do país do Leste Europeu, importante exportador do cereal.

Os dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reforçam as preocupações com a oferta de trigo.

O USDA reportou que apenas 50% das lavouras de trigo de inverno nos Estados Unidos estão em boas ou excelentes condições, um índice inferior ao registrado na semana anterior e abaixo da média dos últimos cinco anos.

No mercado do milho, a alta também foi impulsionada por diversos fatores.

O ataque russo à infraestrutura portuária da Ucrânia afeta negativamente o escoamento do milho do país, enquanto problemas com a cigarrinha nas lavouras argentinas, outro grande exportador do grão, também contribuem para a redução da oferta global.

Somam-se a esses fatores a fraqueza do dólar americano em relação a outras moedas, tornando os grãos mais atrativos para compradores internacionais, e o bom andamento do plantio nos Estados Unidos, que limita o avanço ainda maior dos preços.

De acordo com o USDA, o plantio de milho nos Estados Unidos atingiu 12% até 21 de abril, em linha com o mesmo período do ano passado e acima da média dos últimos cinco anos (10%).

Preços do trigo e milho em Chicago

Na sessão de hoje, os contratos de trigo com entrega em maio subiram 2,58%, cotados a US$ 5,85 por bushel, enquanto os contratos com entrega em julho avançaram 2,59%, a US$ 6,02 3/4 por bushel. Já os contratos de milho com entrega em maio subiram 0,73%, cotados a US$ 4,43 por bushel, enquanto os contratos com entrega em julho avançaram 0,61%, a US$ 4,52 1/2 por bushel.

Especialistas alertam que a volatilidade no mercado de grãos deve persistir no curto prazo, com os preços sujeitos a oscilações em função do cenário geopolítico e das condições climáticas que afetam as lavouras ao redor do mundo.

A oferta limitada de grãos, combinada à forte demanda global, deve pressionar os preços para cima, com impactos no mercado alimentício e na economia global.

https://www.canalrural.com.br/agricultura/precos-do-trigo-e-milho-disparam-no-mercado-internacional-veja-cotacoes/


Posts Relacionados
Preço do milho não deve superar os custos

Existem mais fatores de baixa para o milho De acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica, dificilmente os preços do milho irão superar os custos de produção desta safra. “ (Veja Mais)...