Cenário volta a congelar preços do milho

No mercado de milho do estado do milho do Rio Grande do Sul, o cenário de caos volta a congelar os preços e a negociação segue em tons mornos, de acordo com a TF Agroeconômica. O mercado de milho gaúcho está lateralizado, com indústrias cobertas todo maio, e buscando ofertas já para safrinha. Nas indicações de fábricas hoje nada mudou: Santa Rosa a R$ 58,00; Não-Me-Toque a R$ 59,00; Marau, Gaurama e Frederico a R$ 60,00; Arroio do Meio, Lajeado e Montenegro a R$ 61,00. Preços de pedra a R$ 52,00 a saca. Não ouvimos reportes de negócios”, comenta.

Santa Catarina iniciou a semana em ritmo lento. “Produtores com pedidas ao menos R$ 3,00 acima, em que compradores hoje indicam a partir de R$ 62,00 no interior e R$ 64,00 CIF fábricas. Indicações de R$ 62,00 em Concórdia e Campos Novos; R$ 61,50 em Chapecó, R$ 65,00 em Rio do Sul. Ofertas se iniciam a R$ 65 no oeste e R$ 64,00 no extremo oeste. Não se ouviram reportes de negócios”, completa.

Apesar dos desafios iniciais, compradores apostam em volumes bons na safrinha do Paraná. “Indicações andando de lado, e caindo um pouco no centro-sul, o que reflete o desinteresse do porto em tomar lotes. No norte, indicações entre R$ 55,00 a R$ 56,00; Cascavel a R$ 51,00; Campos Gerais R$ 56,50 (-R$ 0,50) e Guarapuava a R$ 57,00. Pedidas a partir de R$ 58,00 em todo o estado, com lotes mais concentrados em R$ 60,00 FOB interior”, indica.

No Mato Grosso do Sul as ofertas distanciam até R$ 4,00 com indicações cerca de R$ 1,00 abaixo. “Em Maracaju, indicações de R$ 46,00 (-R$ 1,00); Dourados a R$ 45,00 (-R$ 1,00); Naviraí R$ 45,00, e São Gabriel a R$ 46,00 (-R$ 2,00). Mercado apresentou ritmo bastante lento, onde produtores iniciam pedidas a R$ 48,00. Em negócios pontuais, 700 toneladas foram negociadas com entrega maio em Itumbiara, a R$ 46,00 posto na fábrica. Ademais, ritmo bastante lento”, conclui.


https://www.agrolink.com.br/noticias/cenario-volta-a-congelar-precos-do-milho_490922.html

Posts Relacionados
Logística atrapalha milho no Sul

A colheita de milho no Rio Grande do Sul acelerou 4% na última semana, mas a logística ainda é um desafio, o que faz com que o mercado não destrave, segundo a TF Agroeconômica. “Merca (Veja Mais)...

Confira como estão os preços da soja

No mercado da soja do estado do Rio Grande do Sul os preços caíram de forma geral, com novos volumes sendo efetuados, segundo informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “As indica (Veja Mais)...