Colheita da soja nos EUA trouxe baixa em Chicago durante a semana

No Brasil, últimos sete dias foram marcados pelo ritmo lento na comercialização. Preço da saca de soja caiu nas principais praças do país

Os preços da soja recuaram no mercado brasileiro, em uma semana marcada pelo lento ritmo na comercialização.

Com os contratos futuros acumulando perdas na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT), os agentes se distanciaram e a comercialização perdeu ritmo.

Durante a semana, a saca de 60 quilos de soja passou de R$ 150 para R$ 144 em Passo Fundo (RS), segundo dados de Safras & Mercado. Em outras praças, a cotação da saca de 60kg ficou assim:

  • Cascavel (PR): caiu de R$ 138 para R$ 134
  • Rondonópolis (MT): baixou de R$ 127 para R$ 124
  • Porto de Paranaguá: reduziu de R$ 148 para R$ 144

Soja na Bolsa de Chicago (CBOT)

Na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT), a posição novembro – a mais negociada – acumulou perda de 3,47%, cotada US$ 12,96 3/4 por bushel.

Fatores fundamentais e a aversão ao risco no financeiro internacional determinaram a queda. O início da colheita nos Estados Unidos traz pressão sazonal ao mercado.

Além disso, há a perspectiva de entrada de uma ampla safra sul-americana no mercado. O aumento da competitividade do produto brasileiro pesou também na formação das cotações futuras.

O financeiro ganhou força na composição das cotações nesta semana. O banco central norte-americano sinalizou que poderá elevar os juros até o final do ano. Com isso, houve uma queda generalizada nas commodities, com o capital fluindo para opções de menor risco.

Esse movimento valorizou o dólar frente a outras moedas. Na comparação com o real, não foi diferente. A moeda norte-americana acumulou alta de 1,36% até quinta, atingindo R$ 4,9346.

Esse comportamento cambial amenizou o impacto de Chicago sobre as cotações internas, mas não o
suficiente para movimentar o mercado físico brasileiro.

https://www.canalrural.com.br/agricultura/projeto-soja-brasil/colheita-soja-estados-unidos-trouxe-baixa-chicado-durante-semana/


Posts Relacionados
Preço do milho não deve superar os custos

Existem mais fatores de baixa para o milho De acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica, dificilmente os preços do milho irão superar os custos de produção desta safra. “ (Veja Mais)...