Soja: Chicago sobe, buscando correção técnica após cinco pregões de quedas consecutivas

Os contratos da soja em grão com entrega em maio fecharam com baixa de 5,75 centavos de dólar, ou 0,48%, a US$ 11,85 3/4 por bushel

Os contratos da soja em grão registram preços mais altos nas negociações da sessão eletrônica na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT). O mercado esboça um movimento de correção técnica, depois de registrar cinco sessões de quedas consecutivas. A reação recebe suporte do avanço do petróleo em Nova York, juntamente da queda do dólar frente a outras moedas correntes.

Os contratos com vencimento em maio operam cotados a US$ 11,89 por bushel, alta de 3,25 centavos de dólar, ou 0,27%, em relação ao fechamento anterior.

Ontem (01), a soja fechou com preços mais baixos. O mercado voltou a ser impactado pelo cenário fundamental baixista. A tendência de deslocamento da demanda chinesa ao mercado brasileiro se acentua. Com menor demanda pelo produto dos Estados Unidos, os contratos recuam. O mercado também absorveu os dados de intenção de plantio do USDA, divulgados na quinta passada e que indicaram semeadura acima do esperado.

Os contratos da soja em grão com entrega em maio fecharam com baixa de 5,75 centavos de dólar, ou 0,48%, a US$ 11,85 3/4 por bushel. A posição julho teve cotação de US$ 11,99 1/2 por bushel, com perda de 5,75 centavos ou 0,47%.

https://www.canalrural.com.br/agricultura/soja-chicago-sobe-buscando-correcao-tecnica-apos-cinco-pregoes-de-quedas-consecutivas/


Posts Relacionados